Joia turca x joia indiana: entendendo as especificidades

Joias são um sinal de elegância e permeiam os pensamento femininos há centenas e centenas de anos. Elas existem nos mais variados estilos e preços, atendendo a todo tipo de personalidade e bolso.

Todos os países têm as suas peculiaridades nessa área, com os traços locais, as pedras preciosas e as influências culturais da região. E dois deles têm muito destaque no mercado de joias e vêm encantando todo mundo com a beleza e qualidade das peças: a Turquia e a Índia. Mas você conhece as especificidades das joias desses locais? Saiba diferenciá-las e conheça um pouco mais sobre cada uma. Confira:

Joias turcas

As joias turcas são comuns na região há mais de três mil anos e carregam a charmosa mescla entre o mistério do Oriente e o charme do Ocidente — pois Istambul fica exatamente na divisa da Europa com a Ásia. Os tempos mudaram, mas essa terra abençoada continua a exportar tendências e novidades no mundo da moda, sem perder a tradição.

O brilho das ruas da capital e o mistério das mulheres turcas encantam o planeta e trazem à tona toda a beleza daquele país. As joias desse lugar têm traços únicos, influenciados pela vasta cultura local.

O Grande Bazar, maior centro de comércio do gênero no local, abriga centenas de vendedores e é preciso tomar muito cuidado para não se perder nas vastas lojas e ruas. São pulseiras, brincos, anéis e colares cheios de exotismo, luxo e riqueza.

Algumas das pedras mais utilizadas nas joias turcas são zircônia, jade, rubelita e ainda outras tão encantadoras quanto. Os brincos são cheios de detalhes e pequenos cristais cravejados. Tudo com muito brilho e feminilidade, para atrair olhares de admiração.

Como são peças étnicas, é preciso atenção na hora de combinar. Com apenas alguns itens, você pode ostentar um visual cheio de atitude e elegância. O ideal é misturar com acessórios mais discretos e roupas menos coloridas. Traga o charme da Turquia para você com as incríveis joias turcas!

Joias indianas

As joias da Índia representam outro mercado com traços étnicos e culturais marcantes, de beleza única e reconhecida mundialmente. A incrível cultura desse país marcou de vez o estilo de vida e o design local desse universo.

A história da joalheria por lá tem início há incríveis 5 mil anos e os adornos fazem parte dos hábitos locais desde então. Pedras preciosas como ouro, prata e contas têm definido os estilos indianos, que podem variar de região para região.

Por exemplo, o suave trabalho de filigrana em prata é exclusivo dos estados de Orissa e Andhra Pradesh. Já o belo serviço de esmaltar (Meenakari) é muito popular no Rajastão. E ainda há a Zultanita, queridinha no mundo da joalheria atualmente pela impressionante capacidade de mudar de cor, indo do verde para o vermelho framboesa em um piscar de olhos. Esmeraldas, safiras e outras pedras preciosas também fazem parte da cultura indiana.

As mulheres indianas são muito vaidosas e por isso não economizam em termos de ornamentos. O leque inclui todo tipo de adorno imaginável: colar, anel, brincos, tornozeleira, etc.

Essas são as principais características dessas duas linhas de joias que se assemelham pelo caráter étnico, pela ampla cultura envolvida e pelo forte apelo na beleza local.

Se você quer sair ainda mais elegante e ainda ter um diferencial único diante das outras mulheres, aposte nas joias turcas ou indianas e arrase!

Já conhecia essas joias? Quais são as suas favoritas? Comente e conte para nós!

Compartilhe este conteúdo

Deixe uma resposta